melasma

Quais os principais tratamentos para melasma?

A pele é dividida em três camadas: hipoderme, derme e epiderme. Nesta última, estão os melanócitos, células responsáveis pela produção da melanina. Quando há uma disfunção nesse processo, pode provocar um quadro chamado de melasma.

Você já ouviu falar nessa condição? Sabe como ela é causada? Conhece as principais alternativas de tratamento? Caso não, este post é leitura obrigatória. A seguir, explicaremos tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

O que é melasma?

Trata-se de uma condição caracterizada pelo aparecimento de manchas escuras na pele, principalmente na região da face, braços, pescoço e colo. Embora seja mais comum nas mulheres, os homens também podem ser acometidos.

Ainda, o melasma costuma surgir por volta dos 30 anos e tende a ficar mais controlado após a menopausa. O problema ocorre em função da produção excessiva de melanina, pigmento responsável por dar cor à pele, ou da hiper dilatação dos vasos sanguíneos.

Ademais, o melasma é classificado de acordo com a camada da pele acometida. Quando afeta apenas a epiderme, é chamado de epidérmico. Se afetar a região dos vasos superficiais e profundos, é conhecido como dérmico. Quando se manifesta tanto na epiderme quanto na derme, é classificado como misto.

Quais são as causas?

O surgimento de manchas pelo corpo é causado por uma disfunção na fabricação de melanina, que passa a ser produzida em excesso. Esse problema pode ser ocasionado pelos seguintes fatores:

  • exposição solar sem proteção: quando a pele é exposta ao sol, a radiação desencadeia a produção de um hormônio que estimula o bronzeamento. Com isso, a área do melasma é reativada;
  • fator genético: acredita-se que alguns biotipos sejam mais suscetíveis ao quadro, como é o caso das morenas, negras e asiáticas;
  • luz visível: a luz emitida por dispositivos eletrônicos tem efeito direto na produção de radicais livres que afetam os melanócitos;
  • alterações hormonais: estresse, uso de pílulas anticoncepcionais, tratamentos para fertilidade e gravidez são alguns dos agentes que podem aumentar a produção de melanina.

Como tratar o melasma?

O tratamento do melasma pode ser realizado a partir de diferentes procedimentos estéticos ou dermocosméticos. Porém, é necessário investigar a causa do problema e também tratá-la simultaneamente.

Uma das alternativas de tratamento é a aplicação de cremes clareadores nas manchas. O uso desses produtos traz excelentes resultados a longo prazo. Os cremes podem ser à base de hidroquinona, retinoides, corticoide tópico, ácido azeláico, kójico, glicólico e salicílico.

Ademais, existem suplementos que pode favorecer o tratamento do melasma, como é o caso da vitamina C, luteína, colágeno, flavonoides, carotenoides, selênio e minerais. Ainda, a utilização de protetor solar é imprescindível para tratar a condição.

Além disso, essas manchas podem ser eliminadas ou reduzidas a partir de tratamentos estéticos realizados por profissionais capacitados. Os mais comuns são:

  • peeling químico: consiste na aplicação de ácidos mais concentrados para a remoção da camada da pele afetada pelo melasma;
  • peeling de cristal: técnica de esfoliação que promove a renovação da pele;
  • microagulhamento: consiste no uso de microagulhas para perfurar a pele e estimular a produção de colágeno na região. Com isso, reduz-se o efeito das manchas.

Portanto, com a leitura deste post, você conheceu mais sobre o melasma e as principais alternativas de tratamento. Porém, lembre-se que todo procedimento deve ser orientado e realizado por profissionais experientes.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em dermatologia  em Cotia! Granja Viana | Dra. Larissa Viana

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
ATENÇÃO

Prezados pacientes,

Devido à pandemia da COVID-19, estamos seguindo as indicações do ministério da saúde.

Visando a segurança de nossos pacientes e colaboradores, estamos oferecendo atendimento presencial, com todos os cuidados necessários, e teleorientações (consultas virtuais).

Atenciosamente, 

Equipe La Vienne.