obesidade

Obesidade: quais as causas e os tratamentos?

De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), um em cada quatro adultos brasileiros possui diagnóstico de obesidade, o que representa um total de 41 milhões de pessoas.

Esse número coloca a doença como um problema de saúde pública no país. A melhor forma de se prevenir, é conhecendo mais sobre ela. Então, não deixe de ler este post. A seguir, falaremos sobre as causas e tratamentos para essa condição.

O que é obesidade?

Trata-se de uma patologia que se desenvolve em função do acúmulo de gordura no corpo provocado pelo consumo exagerado de calorias, sendo superior à quantidade queimada diariamente pelo organismo.

Ainda, a obesidade é uma doença grave, pois contribui para o desenvolvimento de outras patologias que podem levar o paciente à morte, como, por exemplo, hipertensão arterial, diabetes, dislipidemia e doenças cardiovasculares.

Ademais, essa condição pode ser classificada de acordo com a forma como o excesso de gordura se espalha pelo corpo. Os principais tipos são:

  • periférica: quando há o acúmulo de gordura no quadril, coxas e nádegas, sendo mais comum em mulheres. Esse tipo influencia no desenvolvimento de problemas cardíacos, vasculares e diabetes;
  • homogênea: a gordura é bem distribuída no corpo e não há uma região predominante;
  • abdominal: é o tipo que se caracteriza pelo excesso de gordura na região abdominal, cintura, peitos e rosto, sendo mais comum em homens. A obesidade abdominal está relacionada aos quadros de diabetes, infarto, trombose e alta taxa de colesterol.

Como é diagnosticada?

O diagnóstico da obesidade em adultos é realizado através do Índice de Massa Corporal (IMC), uma tabela que contém os parâmetros estabelecidos para cada grau de peso corporal. Assim, ao dividir o peso pela altura elevada ao quadrado, o indivíduo pode ser considerado:

  • peso normal: entre 18 e 24,9kg/m2;
  • sobrepeso: entre 25 e 29,9kg/m2;
  • obesidade grau I: entre 30 e 34,9 kg/m2;
  • grau II: entre 35 e 39,9kg/m2;
  • grau III (mórbida): acima de 40 kg/m2.

Como é causada?

A obesidade está relacionada com diversos fatores. Em alguns casos, pode ser atribuída a uma causa médica, como a síndrome de Cushing ou de Prader-Willi. Porém, o mais comum é que esteja relacionada com o sedentarismo e má alimentação.

Ademais, a doença também pode estar associada a fatores genéticos. A herança genética pode determinar a quantidade de gordura armazenada, a forma como ela será distribuída no corpo e o desempenho do organismo em metabolizar os alimentos e queimar calorias.

Outrossim, a obesidade pode estar relacionada com outros fatores de risco, tais como: estilo de vida familiar, dieta rica em calorias, uso de antidepressivos e outros medicamentos, idade avançada, gravidez, má qualidade do sono, parar de fumar e uso de algumas substâncias químicas.

Como é o tratamento?

Por ser uma doença multifatorial, o tratamento da obesidade pode seguir diferentes caminhos. Contudo, a principal medida a ser tomada é mudar o estilo de vida, passando a praticar atividades físicas e melhorando a alimentação.

Ademais, o uso de medicamentos pode ser prescrito pelo médico. Porém, não costumam trazer bons resultados e provocam uma série de efeitos colaterais. Quando o paciente tem obesidade grau III e já tentou emagrecer de outras maneiras, sem obter sucesso, a cirurgia bariátrica é recomendada.

Ainda, este procedimento cirúrgico consiste na redução do tamanho do estômago do paciente e, em alguns casos, na mudança do trânsito intestinal. A escolha da melhor técnica dependerá do quadro do paciente, do grau da doença e da presença de comorbidades.

Portanto, com a leitura deste post, você conheceu um pouco mais sobre a obesidade, suas causas e tratamentos. Então, para manter o seu peso corporal sob controle, mantenha uma alimentação saudável e abandone o sedentarismo.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em nutrologia  em Cotia! Granja Viana | Dr. Raphael Viana.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
ATENÇÃO

Prezados pacientes,

Devido à pandemia da COVID-19, estamos seguindo as indicações do ministério da saúde.

Visando a segurança de nossos pacientes e colaboradores, estamos oferecendo atendimento presencial, com todos os cuidados necessários, e teleorientações (consultas virtuais).

Atenciosamente, 

Equipe La Vienne.