obesidade

Obesidade e colesterol: qual a relação

De acordo com dados da pesquisa Vigitel realizada pelo Ministério da Saúde, houve um aumento de 67,8% no número de brasileiros acometidos pela obesidade. Além de contribuir para o desenvolvimento de outras doenças, o excesso de peso tem relação direta com o colesterol.

Você já havia ouvido falar nessa relação? Caso não, recomendamos a leitura deste post. Nele, você encontrará as respostas necessárias para todas as suas dúvidas sobre o assunto.

O que é obesidade?

Trata-se de uma doença caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura medido pelo Índice de Massa Corporal (IMC), um parâmetro que avalia a relação entre peso e altura, mas que deve ser utilizado apenas para adultos.

Ainda, para que uma pessoa seja considerada obesa, o seu IMC precisa ser acima de 30. Para chegar a este resultado, basta dividir o seu peso pela sua altura elevada ao quadrado. Caso seja superior a 30, o diagnóstico é confirmado.

Ademais, a obesidade é uma doença relacionada a diversos fatores, tais como, herança genética, maus hábitos alimentares, sedentarismo, disfunção endócrina, fatores ambientais e culturais, entre outros.

Além de todo o prejuízo que traz para a qualidade de vida do paciente, a obesidade favorece o desenvolvimento de um grande número de doenças, podendo até levá-lo à morte. Por isso, precisa ser tratada o quanto antes.

Qual a relação entre obesidade e colesterol?

Trata-se de um tipo de gordura produzida pelo organismo e que desempenha funções essenciais, como a produção de hormônios sexuais e a formação dos neurônios. Apesar de ser importante para o organismo, o excesso de colesterol representa um problema de saúde. 

Ainda, existem dois tipos de colesterol: HDL, que é bom para o corpo, e LDL, que é prejudicial. O LDL (Lipoproteína de Baixa Densidade) é responsável por levar o colesterol para ser utilizado pelas células.

Já o HDL (Lipoproteína de Alta Densidade) ajuda a retirar o excesso de colesterol das artérias, impedindo a formação de placas de gordura. O consumo excessivo de gorduras saturadas é um dos motivos que levam à alteração nos níveis de colesterol.

Neste sentido, a obesidade pode influenciar diretamente no desenvolvimento de doenças ligadas ao colesterol, como é o caso da aterosclerose. Esse quadro se caracteriza pela obstrução das artérias causada por placas de gordura que se formam no seu interior.

Ademais, o excesso de peso corporal é a principal causa do aumento das taxas de triglicerídeos. Por isso, a simples perda de peso é suficiente para diminuir ou até normalizar os níveis de triglicerídeos e da insulina no sangue.

Como saber o nível de colesterol?

Para descobrir como anda sua taxa de colesterol HDL e LDL, basta realizar um exame laboratorial através da coleta de uma amostra de sangue. Os valores ideais de colesterol dependem do quadro do paciente e da presença ou não de doenças associadas.

Contudo, foram estabelecidos valores de referência que permitem avaliar se uma pessoa está ou não acima do recomendado. Esses valores são:

  • colesterol LDL: quando menor que 100, é considerado ideal. Entre 100 e 160 é superior ao indicado e acima de 160 é indesejável;
  • colesterol HDL: se maior que 50, está no nível ideal. Quando maior que 35 e menor que 49, é considerado superior. Se for menor que 35, representa um risco e é classificado como indesejável.

Então, se você deseja evitar as consequências da obesidade, procure um profissional especializado, melhore sua alimentação e pratique atividades físicas. Com essas atitudes, você mantém o seu colesterol em níveis adequados e evita o risco de outras patologias.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em nutrologia  em Cotia! Granja Viana | Dr. Raphael Viana.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
ATENÇÃO

Prezados pacientes,

Devido à pandemia da COVID-19, estamos seguindo as indicações do ministério da saúde.

Visando a segurança de nossos pacientes e colaboradores, estamos oferecendo atendimento presencial, com todos os cuidados necessários, e teleorientações (consultas virtuais).

Atenciosamente, 

Equipe La Vienne.