micose

Micose: causas, sintomas e tratamentos

A pele pode ser acometida por diferentes tipos de doenças e infecções. A micose, por exemplo, pode afetar não só a pele, mas também as unhas e o couro cabeludo. Além disso, provoca sintomas desconfortáveis e que afetam a aparência do paciente.

Você sabe como essa doença é causada? Conhece os sintomas e tratamentos mais comuns? No caso de uma resposta negativa, não deixe de ler este post. Nele, responderemos a todas essas dúvidas.

O que é a micose?

Trata-se de uma infecção causada por fungos e que pode acometer a pele, virilha, couro cabeludo, unhas e região genital. A proliferação desses microrganismos ocorre, principalmente, em ambientes úmidos.

Por isso, a transmissão da micose costuma ocorrer através do compartilhamento de itens pessoais, como toalhas, escovas de cabelo e roupas. Ainda, a doença pode ser manifestar das seguintes maneiras:

  • onicomicose: é o tipo que se desenvolve nas unhas, tornando-as amareladas, deformadas e grossas. A onicomicose pode ser transmitida para outras unhas ou para regiões próximas;
  • candidíase: trata-se de uma infecção causada por um fungo que está naturalmente presente na boca e na região genital. Porém, quando há o enfraquecimento do sistema imune, esses microrganismos se multiplicam e causam a doença;
  • pano branco: a pitiríase versicolor ou micose de praia, como é conhecida, é provocada por um fungo que interrompe a produção de melanina quando exposto ao sol, levando ao aparecimento de várias manchas brancas na pele;
  • pé-de-atleta: também chamada de frieira, surge na região da sola e entre os dedos do pé;
  • tinha crural: é o tipo mais comum em obesos, atletas ou pessoas que utilizam roupas justas com frequência. O fungo se desenvolve na região da virilha em função do ambiente quente e úmido;
  • tinha do couro cabeludo: pode ser provocada por diferentes espécies de fungos, causando queda de cabelo,  psoríase, dermatite atópica, alopécia areata, entre outros;
  • impingem: se desenvolve em qualquer região do corpo e surge como uma erupção cutânea vermelha com um ponto mais claro no centro.

Quais os sintomas mais comuns?

Os sintomas variam de acordo com o tipo de micose e da região afetada. De modo geral, os pacientes costumam apresentar: coceira, corrimento genital, alteração na coloração e forma da unha, escurecimento ou clareamento de áreas da pele e surgimento de lesões vermelhas e descamativas.

Quais as causas?

As micoses são contagiosas e podem ser transmitidas de pessoa para pessoa ou pelo contato com objetos, ou lugares contaminados pelos fungos. Geralmente, está relacionada com algum dos seguintes fatores:

  • baixa imunidade;
  • obesidade;
  • estresse;
  • uso de calçados e roupas apertadas;
  • predisposição genética;
  • permanecer por longos períodos com roupa molhada;
  • calor e umidade;
  • diabetes.

Como é o tratamento?

O tratamento também depende da região afetada e da espécie do fungo causador da infecção. Neste sentido, o dermatologista busca eliminar o microrganismo e aliviar os sintomas. Na maioria dos casos, utiliza-se cremes, pomadas, medicamentos orais e loções de uso tópico.

Ainda, o tempo de tratamento pode variar entre 30 dias a 1 ano, diferindo para cada tipo de micose. Além disso, mesmo que os sintomas desapareçam, a medicação deve ser mantida de acordo com a prescrição médica. Caso contrário, os fungos podem voltar a se multiplicar e também os sintomas.

Portanto, se você deseja evitar a proliferação desses fungos e, consequentemente, a micose, evite o uso de itens pessoais de outras pessoas. Além disso, não toque em objetos de uso comum em locais públicos e mantenha as mãos sempre limpas.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em dermatologia  em Cotia! Granja Viana | Dra. Larissa Viana

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
ATENÇÃO

Prezados pacientes,

Devido à pandemia da COVID-19, estamos seguindo as indicações do ministério da saúde.

Visando a segurança de nossos pacientes e colaboradores, estamos oferecendo atendimento presencial, com todos os cuidados necessários, e teleorientações (consultas virtuais).

Atenciosamente, 

Equipe La Vienne.