Acne

Acne: sintomas, causas e tratamento

Manifestando-se especialmente durante a puberdade, a acne é um problema de pele provocado pelo entupimento dos poros, que é causado por células mortas ou pelo óleo naturalmente produzido pelo organismo. O que chamamos de “poros” tecnicamente são os folículos pilosos – quando eles ficam obstruídos, acabam se tornando ambientes propícios para a proliferação de bactérias. Esses microrganismos, por sua vez, geram uma inflamação: a famosa acne.

 

É importante destacar, nesse contexto, que cravos e espinhas são estágios diferentes desse mesmo problema.

Sintomas da acne

Os locais em que a acne mais aparece são o rosto, as costas e o peito, porque a oleosidade da pele é mais intensa nessas regiões. Normalmente, ela só causa cravos e espinhas, mas pode se agravar ao propiciar a formação de cistos e nódulos.

 

Quanto mais profunda for a espinha, mais dolorosa ela se torna, além de ter um maior potencial para deixar cicatrizes na pele.

Quais são as causas do problema?

Embora qualquer pessoa possa ser acometida por essa condição dermatológica, existem alguns fatores que elevam o risco da sua ocorrência. Um deles é a faixa etária: a acne é mais comum em adolescentes devido às alterações hormonais. A elevação da quantidade de hormônios estimula as glândulas sebáceas que, com isso, produzem ainda mais óleo, provocando a obstrução dos poros.

 

Mulheres também tendem a sofrer com esse problema em média cinco dias antes do início do período menstrual. Vale acrescentar que alguns medicamentos são capazes de desencadear a acne, como aqueles que possuem corticoides em sua fórmula.

 

Ao contrário do que muitos pensam, o consumo de chocolate não estimula a formação de cravos e espinhas (a menos que o indivíduo tenha algum tipo de alergia). No entanto, uma dieta muito rica em produtos láticos e em carboidratos pode, sim, agravar a acne.

Qual é o tratamento adequado?

 

O primeiro passo para um tratamento adequado é procurar um dermatologista. Só esse especialista pode identificar o tipo de acne, as causas e a gravidade: investigar todos esses elementos é necessário para estabelecer o procedimento mais eficaz.

 

O profissional também poderá te ajudar a identificar qual é o seu tipo de pele (oleosa, seca, mista, normal). A partir desta informação importante, você vai saber quais cuidados adotar no dia a dia e quais produtos funcionam melhor para o seu caso particular, o que prevenirá o aparecimento de novos cravos e espinhas.

 

Em casos mais brandos, cremes específicos podem já ser suficientes para suavizar os cravos e espinhas. Quando a acne já está mais severa ou é persistente, o médico pode recomendar medicamentos como antibióticos de via oral e até a isotretinoina ( o famoso Roacutan). Para as mulheres, o uso de contraceptivos orais também é uma opção quando ela tem Síndrome dos Ovários Policísticos .

 

As cicatrizes provenientes de acne também podem ser suavizadas e tratadas: dentre as opções mais eficazes, podemos citar o peeling químico, o preenchimento facial com ácido hialurônico, radiofrequência e laser.

 

Além do desconforto, a acne afeta diretamente a autoestima do indivíduo, especialmente quando está presente em locais aparentes, como face e braços. Buscar ajuda especializada vale muito a pena!

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como dermatologista em Cotia!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
ATENÇÃO

Prezados pacientes,

Devido à pandemia da COVID-19, estamos seguindo as indicações do ministério da saúde.

Visando a segurança de nossos pacientes e colaboradores, estamos oferecendo atendimento presencial, com todos os cuidados necessários, e teleorientações (consultas virtuais).

Atenciosamente, 

Equipe La Vienne.