Micose

Micose: O que é e como tratar?

Coceira, descamação da pele, manchas brancas, vermelhidão e rachadura entre os dedos. Se você possui dois ou mais desses sintomas, procure um dermatologista, pois pode indicar um quadro de micose.

Apesar de muito conhecida pela população, pouco se sabe sobre as causas desta condição e as possibilidades de tratamento. Neste sentido, preparamos este post para explicar tudo o que você precisa saber sobre o tema.

O que é micose?

Trata-se de um tipo de infecção causada por fungos que acometem  a pele, as unhas e o couro cabeludo. Essa condição pode afetar tanto os seres humanos quanto os animais e pode ser chamada por outros nomes, tais como, dermatofitose ou tinea.

Ainda, algumas espécies de fungos habitam normalmente no corpo humano, sem provocar nenhum tipo de sintoma. Porém, quando há uma rápida proliferação desses microrganismos, pode surgir uma série de doenças.

Ademais, no caso da micose, os fungos se alimentam da queratina presente na pele e se multiplicam quando encontram ambientes favoráveis, como o calor, umidade, baixa imunidade e uso de antibióticos sistêmicos.

Quais são os tipos?

As micoses são classificadas em dois grandes grupos: superficiais e profundas. No primeiro caso, estão aquelas que são favorecidas pelas condições ambientais. Já as profundas são aquelas que surgem em função do enfraquecimento do sistema imune, sendo os tipos mais graves e fatais.  Ainda, a micose também é dividida da seguinte forma: 

  • impinge: tipo que se desenvolve em qualquer parte do corpo, provocando feridas avermelhadas que podem descamar;
  • micose de praia (pitiríase versicolor): também chamada de “pano branco”, se caracteriza pela formação de pequenas manchas brancas pelo corpo, principalmente nos braços, tronco, pescoço e rosto;
  • tinea: é o tipo que se manifesta a partir de manchas vermelhas de superfície escamosa que coçam. A frieira (pé-de-atleta) é uma das mais conhecidas e acomete a região dos pés. No entanto, também pode afetar o couro cabeludo;
  • onicomicose: é o tipo que surge nas unhas dos pés e/ou das mãos, fazendo com que fiquem mais grossas e descolem da pele.

Como é o tratamento?

O tratamento da micose varia de acordo com o tipo diagnosticado. Na maioria dos casos, a administração de medicamentos antifúngicos específicos é a primeira alternativa utilizada. Quando superficiais, o fármaco é aplicado em forma de creme. Em casos graves, são ingeridos ou injetados.

Entretanto, esses remédios precisam ser prescritos pelo dermatologista, pois são tóxicos para o fígado. Assim, somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado, qual a dosagem correta e o período ideal de utilização.

Ainda, as micoses de unha são as mais resistentes e de difícil tratamento. Geralmente, são utilizados esmaltes antifúngicos para bloquear a ação do fungo e alterar sua estrutura. O tratamento costuma levar mais de um ano para ter sucesso.

Além dos medicamentos, o paciente também precisa redobrar sua atenção com a higiene. Isso significa evitar o compartilhamento de toalhas e roupas, secar-se muito bem após o banho, evitar andar descalço em locais úmidos e não utilizar calçados fechados por muito tempo.

Enfim, o tratamento da micose exige persistência do paciente, pois leva um certo tempo para ser concluído. Portanto, para prevenir essa condição, dedique mais atenção aos seus hábitos de higiene.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em dermatologia  em Cotia! Granja Viana | Dra. Larissa Viana

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
ATENÇÃO

Prezados pacientes,

Devido à pandemia da COVID-19, estamos seguindo as indicações do ministério da saúde.

Visando a segurança de nossos pacientes e colaboradores, estamos oferecendo atendimento presencial, com todos os cuidados necessários, e teleorientações (consultas virtuais).

Atenciosamente, 

Equipe La Vienne.