Caspa

Como o dermatologista atua no tratamento da caspa?

Além da coceira característica, os floquinhos brancos da caspa também provocam grande desconforto, evidenciando o problema para outras pessoas. Porém, essa é uma condição passível de tratamento, desde que orientado por um dermatologista.

Você sabe como essa condição surge? Conhece as alternativas de tratamento mais indicadas? Caso não, recomendamos a leitura deste post. A seguir, responderemos a todas as suas dúvidas sobre o assunto.

O que é caspa?

Trata-se de um quadro leve de dermatite seborreica que afeta o couro cabeludo. A pele desta região está em contínuo processo de renovação, de modo que há a troca constante entre produção de novas células e descamação de tecido morto.

Ainda, no ciclo natural, as células mais antigas são descartadas, morrem e descamam. Quando o paciente sofre com caspa, esse processo ocorre de forma acelerada, aumentando o volume de células mortas no couro cabeludo.

Assim, essa descamação acentuada passa a ser perceptível, formando os flocos brancos característicos desta dermatite seborreica. Embora seja mais comum em homens, também pode acometer as mulheres. Além disso, é uma condição que tende a surgir na adolescência.

Como é causada?

O principal fator responsável pelo aparecimento da caspa é a genética do paciente. Porém, ainda não há uma explicação conhecida para esta relação. No entanto, sabe-se que existem fatores de risco que favorecem o seu desenvolvimento. São eles:

  • diagnóstico de psoríase, eczemas ou de dermatite seborreica em outras áreas do corpo;
  • ressecamento ou excesso de oleosidade do couro cabeludo;
  • uso excessivo de shampoo ou má higiene dos fios;
  • residir em áreas com climas frios e secos ou quentes e úmidos;
  • alergia a produtos utilizados no couro cabeludo;
  • uso constante de gel no cabelo;
  • estresse.

Além disso, a dermatite seborreica é uma doença que costuma se desenvolver em momentos de fraqueza do sistema imunológico. Por isso, a caspa é uma condição comum em pacientes portadores do vírus HIV, que façam tratamento com quimioterapia ou utilizem drogas imunossupressoras.

Como é o tratamento?

Apesar de não ser uma condição passível de cura, a caspa pode ser tratada e controlada. Para isso, é necessário buscar a orientação de um dermatologista. Em situações de menor gravidade, a higienização com shampoos anticaspa é suficiente.

Contudo, essa limpeza precisa ser em dias alternados. Como cada pessoa se adapta a um produto específico, o ideal é testar os shampoos disponíveis até encontrar um que consiga controlar a dermatite.

Apenas em quadros graves o dermatologista irá prescrever o uso de medicamentos orais, loções anticaspa especiais ou recomendar a realização de sessões de fototerapia, um tipo de tratamento capilar com laser, ou peeling com ação queratolítica.

Ademais, esse tipo de dermatite seborreica pode ser evitado. Para isso, é preciso adotar algumas mudanças nos seus hábitos, tais como, evitar o uso de chapéus e bonés, controlar o estresse, manter-se hidratado, lavar os fios com água morna ou fria e evitar dormir com o cabelo molhado.

Enfim, a caspa é um problema incômodo e pode afetar a autoestima dos pacientes. Por isso, é importante buscar a orientação de um profissional para saber quais cuidados podem ser tomados para evitar o surgimento ou agravamento do quadro.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em dermatologia  em Cotia! Granja Viana | Dra. Larissa Viana

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
ATENÇÃO

Prezados pacientes,

Devido à pandemia da COVID-19, estamos seguindo as indicações do ministério da saúde.

Visando a segurança de nossos pacientes e colaboradores, estamos oferecendo atendimento presencial, com todos os cuidados necessários, e teleorientações (consultas virtuais).

Atenciosamente, 

Equipe La Vienne.