alimentacao-vegetariana

Alimentação vegetariana: como se manter saudável?

No Brasil, cerca de 30 milhões de pessoas não consomem mais carne. Ou seja, 14% da população é adepta à alimentação vegetariana, segundo dados da Sociedade Vegetariana Brasileira.

Um dos motivos para essa mudança tem a ver com os hábitos alimentares dos brasileiros, que passam por alterações. De uns tempos para cá, boa parte deles têm preferido o consumo de alimentos mais saudáveis, seja por saúde ou qualidade de vida.

De acordo com os dados da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, 80% dos brasileiros estão nesse pegada da comida natural. Talvez esse também seja o motivo do crescimento da alimentação vegetariana por aqui.

Neste artigo, especificamente, como o vegetariano pode se manter saudável sem abrir mão do seu estilo de vida. Quer ficar por dentro de tudo? Então leia-o até o final!

Faça acompanhamento nutricional

Quando alguém decide se tornar vegetariano, o primeiro passo — e o mais importante deles — é, sem dúvida, a orientação especializada. Afinal, a decisão substancial, sem qualquer consulta médica pode acarretar em alguns problemas de adaptação.

Outro ponto importante — e eu o considero imprescindível — tem a ver com a taxa de nutrientes necessária para qualquer indivíduo. Pois, a depender das necessidades individuais, esse item deve ser observado com muita atenção.

Por exemplo, a dieta vegetariana de um diabético demanda urgências pontuais diferentes da de uma pessoa saudável. Mas, independentemente disso, mudar a rotina alimentar de alguém, sem consultar um especialista, pode trazer problemas.

Planeje o cardápio fora de casa

Comer fora de casa acaba sendo um desafio para quem decide seguir uma determinada dieta ou estilo de vida, então o melhor jeito de fugir das tentações e encontrar os alimentos certos é planejando a rotina.

Se você não tiver tempo para preparar as próprias refeições e não quer ficar limitado em relação às opções, então tente encontrar lugares próximos do trabalho, por exemplo, que forneçam comidas vegetarianas. Além disso, busque referências sobre o preparo dos alimentos e procure saber se eles são frescos.

Pesquise por receitas

Outra maneira que o vegetariano tem de não ficar limitado é aprendendo a variar o cardápio. Com a ajuda de um profissional, você poderá encontrar formas de combinar os alimentos certos, segundo às suas necessidades nutricionais.

Por meio da internet também é possível encontrar muitas receitas interessantes. Só tenha o cuidado de verificar as informações antes, porque, infelizmente, também correm muitos conteúdos distorcidos na rede.

Opte por alimentos que substituam a carne

A fim de não sofrer com a carência de nutrientes, é fundamental que a sua alimentação vegetariana seja complementar. Ou seja, é muito importante escolher os alimentos que substituem a carne.

Nesse caso, as nozes, a lentilha, o tofu, o pistache, a ervilha, a castanha, o feijão, a quinoa, a soja, podem ajudar você a obter os aminoácidos, o ferro, a Vitamina B12 e o cálcio necessários.

A alimentação vegetariana pode ser muito saudável quando você escolhe fazer isso do jeito certo. Inclusive, o consumo de alimentos naturais traz mais saúde e energia para o corpo. Contudo a ajuda profissional é imprescindível para garantir o equilíbrio nesse sentido.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em nutrologia  em Cotia! Granja Viana | Dr. Raphael Viana

Comentários
Avatar

Posted by Instituto La Vienne