câncer de pele

5 sinais do câncer de pele



Segundo informações do portal do INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de pele é o tipo que mais acomete os brasileiros, respondendo por cerca de 30% de todos os tumores malignos registrados no país.

Por isso, é muito importante entender mais sobre a doença e conhecer os sinais que o paciente manifesta. Para isso, recomendamos a leitura deste post.

Antes, saiba mais sobre o câncer de pele

Existem dois tipos principais de câncer de pele: melanoma e o não melanoma. O não melanoma é o de menor gravidade e de maior incidência.

Ainda, ele pode ser classificado como carcinoma basocelular (CEC), que é o mais comum, ou carcinoma espinocelular, que atinge, principalmente, o couro cabeludo. Já o tipo melanoma é o mais agressivo, pois o tumor consegue invadir qualquer órgão do corpo, gerando metástases. 

Apesar de ser uma doença conhecida pelas pessoas, ainda existe muita dúvida sobre como reconhecer os sintomas de um câncer de pele. A maioria das lesões cancerígenas cutâneas se assemelham as pintas, manchas ou machucados.

Porém, por se tratar de duas doenças diferentes, os sintomas do câncer melanoma e do não melanoma são específicos a cada tipo.

Conheça os sintomas do câncer melanoma

Para facilitar a identificação destes sinais, foi desenvolvido o sistema ABCDE. Assim, cada letra diz respeito a uma característica presente nas lesões decorrentes do câncer de pele melanoma. A seguir, aprenda a identificar a doença:

  • 1) A de assimetria: quanto mais assimétrica a pinta, maior o risco de ser um câncer. Com uma régua, divida a lesão pela metade. Compare os dois lados, se houver diferença na forma ou no tamanho, você precisa investigar;
  • 2) B de bordas irregulares: a borda de uma pinta normalmente é lisa e regular. Uma borda irregular ou serrilhada é motivo de suspeita;
  • 3) C de cor: as pintas ou manchas costumam possuir uma única cor, podendo ser vermelhas, brancas, marrons ou pretas. Contudo, pintas que apresentam mais de uma cor podem indicar o melanoma;
  • 4) D de diâmetro: as manchas com mais de seis milímetros de diâmetro indicam a suspeita de câncer;
  • 5) E de evolução: pintas ou manchas que evoluem e mudam em formato, coloração ou tamanho precisam ser investigadas. Da mesma forma se houver sangramento ou o desaparecimento da lesão..

Sinais do câncer não melanoma

Mesmo sendo a versão mais leve do câncer de pele, é preciso estar atento e conhecer os sinais do tipo não melanoma. As principais características presentes nos pacientes são:

  • verrugas com crosta na parte superior;
  • aparecimento de lesões parecidas com cicatrizes;
  • pequenos pontos pálidos com sinais de sangue;
  • vermelhidão ou irritação na região do peito e das costas;
  • feridas abertas que sangram ou formam crostas;
  • a presença de vermelhidão e ardor em outras regiões do corpo.

Agora você já sabe reconhecer os primeiros indícios de um câncer de pele. Assim, caso suspeite de algo, as chances de obter um diagnóstico precoce são ainda maiores.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em dermatologia  em Cotia! 



Comentários
Avatar

Posted by Instituto La Vienne